21 de junho de 2019
  • Gastronomia.com España
  • Gastronomia.com México
  • Gastronomia.com Perú
  • Gastronomia.com Colombia
  • Gastronomia.com Paraguay
  • Gastronomia.com Argentina
  • Gastronomia.com Ecuador
  • Gastronomia.com USA
Siga-nos no  

25 de janeiro de 2019
Avaliação  (0)
Curuba
FacebookTwitterGoogle PlusLinkedin
A Colômbia é um país muito diversificado e não só pelos seus pratos típicos, mas também pelas suas frutas e legumes. É provável que você conheça muitos de seus frutos, como banana, laranja, melão e o mamão. Hoje queremos apresentar-lhe uma fruta muito popular na Colômbia, embora não seja muito conhecida pelo mundo, a curuba.
 
É uma fruta tropical que, do lado de fora, parece uma banana e no seu interior parece maracujá, é um parente do último. Sua origem é andina, portanto, é produzida nas áreas frias do país. Para descrevê-lo melhor falamos de um tipo de baga longa que tem como polpa muitas sementes de cor laranja que são comestíveis e muito deliciosas.
 
A curuba é uma daquelas frutas que você provavelmente nunca ouviu falar, mas para os colombianos é muito comum. Eles usam normalmente para bebidas como sucos com leite, uma vez que é muito refrescante e tem um toque ácido, também é usado para fazer gelados, gelatina, sobremesas e outros.
 
Além de seu sabor delicioso, tem muitos benefícios para a saúde pois contém vitaminas, cálcio, fósforo, ferro, fibra, alto teor de água e funciona como um diurético natural; para obter todos os seus benefícios, recomenda-se consumi-la diretamente. Este produto pode ser obtido ao longo de todo o ano na Colômbia e também em países como Equador, Bolívia e Peru.

Diana Ramírez R.




Créditos da imagem: Pinterest 

Valora esta noticia 

 

Top videos

EVENTOS
10 de outubro de 2017
(43)
Del 15 al 17 de septiembre se celebró en La Rural, Buenos Aires, FIBEGA, la Feria Iberoamericana de Gastronomía, que reunió a los destinos gastronómicos mundiales más relevantes, el II Congreso Iberoamericano de Gastronomía y el Encuentro Iberoamericano de Chefs. Países como Perú, México, Argentina, Uruguay, Brasil, Guatemala o País Vasco mostraron su riqueza y diversidad gastronómica; y representantes de diferentes sectores relacionados con la cocina como los chefs Germán Martitegui, Andoni Luis Aduriz o José del Castillo, ofrecieron showcookings y presentaciones. Un túnel del vino, en el que se ofrecieron catas y degustaciones de los vinos y bebidas más representativas y sorprendentes, y diferentes espacios de degustación y mercado. 3 jornadas de celebración de la cultura gastronómica de Iberoamérica que reunieron a más de 22.000 visitantes.